Icon // Diana

Era dia 31 de Agosto de 1997. Eu tinha acordado cedo, como sempre fazia naquela idade, e, depois de tomar o pequeno-almoço fui sentar-me no degrau da entrada de casa a brincar. Estava no Alentejo, em casa de familiares e já àquela hora fazia um tórrido calor. Era tão cedo que a pitoresca rua, tipicamente alentejana, estava completamente vazia. O silêncio era absoluto até que, de repente, de dentro de casa, alguém grita 'A Princesa Diana morreu. A Princesa Diana morreu.' Aos 8 anos de idade eu não sabia quem era a Princesa Diana. Hoje, dia 31 de Agosto de 2017, aos 28 anos e 20 anos  depois daquele dia, é impossível não saber quem foi Diana, Princesa de Gales, nem saber todo o imenso legado que a princesa, a quem apelidaram de Princesa do Povo, deixou ao mundo e à humanidade, um legado não só filantrópico mas um legado de humanismo, de humildade, de bondade e graciosidade. Acima de tudo, um legado de amor pelo próximo.Um legado que perpectuará pelos séculos, como o eco de um grito num beco vazio.



Do princípio ao fim, Diana teve uma história trágica. O que mais admiração me suscita ainda nos dias de hoje por esta mulher? A graciosidade com que suportou toda a infelicidade e sofrimento que viveu sem qualquer traço de revolta, sem 'dar show' ou se fazer de coitadinha. E, claro, sem perder a capacidade de dar, de ser generosa e amar e ajudar o próximo.
Não há como não mencionar as tão nobres causas que abraçou com tanta coragem e determinação. O combate contra as minas terrestres é talvez a sua causa mais conhecida (impossível esquecer a sua visita a Angola onde caminhou corajosamente por um campo outrora minado e que poderia ainda, por lapso, ter alguma mina) mas Diana não ficou apenas por aí. O cancro e a SIDA fizeram também parte dos seus interesses e demandas. Diana chegou a receber um Nobel da Paz.
Numa vida de escuridão, Diana conseguiu ser luz.



"Carry out a random act of kindness, with no expectation of reward, safe in the knowledge that one day someone might do the same for you" - Diana

"Everyone needs to be valued. Everyone has the potencial to give something back." - Diana

"I don't go by the book. I lead from the heart, not the head-" - Diana

"People think ate the end of the day a man is the only answer (to fulfilment). Actually a job is better for me." - Diana 


3 comentários

  1. Eu ainda não era nascida quando a Princesa Diana faleceu, contudo, sempre achei "interessante" toda a sua história... parece-me que foi uma grande mulher e que, se fosse viva nos dias de hoje, certamente teria deixado a sua marca :)

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. She was an amazing women !
    https://goldbeautyyy.blogspot.it/

    ResponderEliminar
  3. Ainda hoje me pergunto o que estaria diferente no nosso mundo se ela ainda fosse viva!

    Beijinhos. Faz a tua pergunta no blog para eu responder a um Q&A!
    That Girl | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER

    ResponderEliminar